Ultimas Notícias
O TEMPO E A HORA DE DEUS, NÃO É NOSSO TEMPO E NOSSA HORA
06/07/2018
     Ontem de noite tive a honra e o prazer de ordenar presbítero mais um Missionário da Sagrada Família, na Argentina, na periferia da grande Buenos Aires.

     Escrevo, ainda de madrugada, antes de sair para o aeroporto, porque depois fico sem sinal de internet até de tarde e o que desejo destacar é o fato de o \"novo\" Padre, na verdade é NOVO em sua vocação e agora em seu novo ministério na Igreja. Em sua idade cronológica, ele já está bem adulto, com seus 54 anos. Teve uma vida profissional muito realizada e bem sucedida e depois de já ter MAIS DE 40 ou 45 ANOS, sentiu em seu coração o CHAMADO DE DEUS PARA LARGAR TUDO, LITERALMENTE TUDO E DAR UM GIRO DE 360 GRAUS EM SEUS SONHOS, PROJETOS, PLANOS DE VIDA E PROCURAR ALGUMA CONGREGAÇÃO RELIGIOSA OU DIOCESE PARA FAZER UM DISCERNIMENTO VOCACIONAL E, SE POSSÍVEL, SER ACEITO PARA INICIAR SUA FORMAÇÃO SEMINARÍSTICA EM BUSCA DO SACERDÓCIO.

     Foi nos Missionários da Sagrada Família que encontrou portas abertas e acolhida, até porque umas das razões da fundação desta Congregação pelo Padre João Bertiher, era aceitar VOCAÇÕES ADULTAS e na época não eram mais aceitas em nenhuma diocese ou Congregações já existentes. Eu ainda lembro bem que, quando entrei na mesma Congregação, grande parte de nossos padres e irmãos Religiosos, vindos da Europa, haviam tido antes já profissões civis.

     Hoje em dia, quando queremos ANTECIPAR A HORA EM TUDO, quando queremos tudo para ontem, quando já pensamos e sentimos que não há mais lugar para quem tem UM POUCO MAIS DE IDADE, QUANDO SOFREMOS UMA SÍNDROME DE JUVENTUDE OU QUEM SABE DE VELHICE, quando damos desculpas para não assumir novos desafios, trabalhos ou compromissos, quando dizemos que \"nosso tempo já passou\", CREIO SER IMPORTANTE MOSTRAR ESTE ACONTECIMENTO, MESMO SENDO UM FATO RELIGIOSO e ECLESIAL.

     São Pedro em sua segunda carta já escrevia, \"Mas há uma coisa, caríssimos, de que não deveis vos esquecer: UM DIA DIANTE DO SENHOR É COMO MIL ANOS, E MIL ANOS COMO, UM DIA\" ( 2ª Pedro 3,8).

     Podemos então nos convencer que o tempo e a hora de Deus não são como o nosso tempo e hora.

     O importante é sempre estar pronto e aberto aos chamados que ele nos dirige e na absoluta confiança filial nos entregar em suas mãos e vontade. CERTAMENTE ISTO É SER CRISTÃO E É O MELHOR CAMINHO PARA A REALIZAÇÃO E PARA SER FELIZ.

     Todos nós podemos SOFRER AS SURPRESAS DE DEUS. Quando menos se espera, lá vem Ele a mudar nossos Planos e a nos desinstalar, nos desalojar e a nos apresentar novas tarefas, caminhos e missões.

     Eu mesmo já passei por isso diversas vezes, mas trago este fato por estarmos NO ANO DO LAICATO e muitos leigos e leigas, somente porque já têm um pouco mais de idade ou mesmo já são pessoas idosas, NÃO TÊM MUITAS OPORTUNIDADES E CHANCES EM NOSSOS TRABALHOS PASTORAIS E DE EVANGELIZAÇÃO. Outros quando são convidados ou chamados, NÃO ACEITAM porque já se sentem inúteis, velhos demais, passados da hora e com MEDO DO NOVO, medo de terem que se desinstalar, medo de terem que voltar a estudar um pouco, MEDO DE NÃO SEREM ACEITOS PELA COMUNIDADE, POR JÁ ESTAREM APOSENTADOS OU SEREM IDOSOS.

     O cristão e a cristã, em qualquer Estado de Vida, SEMPRE DEVE ESTAR PRONTO E ABERTO PARA A HORA DE DEUS. Texto de Guilherme Antonio Werlang Werlang


COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Quanto é 2 + 1Responda:

Mais Recentes

AINDA NÃO HÁ NENHUM COMENTARIO, SEJA VOCÊ, O PRIMEIRO A COMENTAR...

Fique Ligado
Prêmio de R$ 56 milhões da Mega Sena em Ipameri dia 18

Secretária de Educação pede demissão e Denise França assume o cargo

Curso uma aula prática de plantio de mudas em torno de uma nascente em Orizona

BR-050 tem mais 31 quilômetros de pista dupla

Vaga aberta para assessor na Promotoria de Goiandira

MP e entidades desenvolvem projeto para inclusão de presos ao mercado de trabalho em Corumbaíba

Orizona: recurso do MP garante a criança adotada o nome da mãe biológica falecida em seu registro

XV Seminário “Nos Trilhos da Cultura e do Turismo” em Pires do Rio

Jornal
do Sudeste
MENU