Ultimas Notícias
MP investiga suposta ilegalidade em contrato para confecção de material escolar em Pires do Rio
06/07/2018
     Material com o logotipo da adminsitraçãoO promotor de Justiça substituto de Pires do Rio, Tommaso Leonardi, instaurou inquérito civil público para apurar suposta ilegalidade na contratação de empresas para a confecção de materiais didáticos e uniforme estampando o logotipo da atual administração e a comercialização destes com os responsáveis dos alunos matriculados na rede municipal de ensino, o que é proibido por lei.

     O promotor vai investigar, portanto, a falta de licitação para a escolha das empresas responsáveis pela confecção e comercialização das apostilas e uniformes; a cobrança indevida de materiais escolares e uniformes nas escolas da rede pública municipal de ensino e a promoção pessoal, ao estampar logomarca da atual administração, utilizada na campanha eleitoral, em uniforme escolar e apostilas.

     Há informações ainda de que a contratação direta da empresa teria sido determinada pela secretária de Educação do município, Ana Lúcia Teixeira de Araújo. A gestora, como adianta o promotor, será ouvida em depoimento para esclarecimento dos fatos. (Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO - Foto: arquivo da Promotoria de Justiça de Pires do Rio)


COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Quanto é 2 + 7Responda:

Mais Recentes

AINDA NÃO HÁ NENHUM COMENTARIO, SEJA VOCÊ, O PRIMEIRO A COMENTAR...

Fique Ligado
Jornal
do Sudeste
MENU