Ultimas Notícias
Caso de injúria racial leva promotor a prender homem no fórum de Pires do Rio
08/08/2018
      O promotor de Justiça Tommaso Leonardi deu voz de prisão em flagrante, nesta terça-feira (7/8), a Celson Alves da Silva por injúria racial, cometida na sala e Secretaria do Fórum de Pires do Rio. Conhecido de um acusado em processo penal, Celson injuriou uma testemunha do caso, chamando-a, por algumas vezes, de “neguinho folgado”, antes que ela entrasse na sala de audiência. A situação foi presenciada pelo promotor, que tomou a providência.

      A conduta de Celson está em investigação. O promotor verificou, ainda, que o autor do delito possui passagens pela prática de outros crimes na cidade. Tommaso Leonardi lembra que injúria racial é crime, previsto no artigo 140, parágrafo 3º, do Código Penal, cabível de punição com três anos de reclusão. (Texto: Melissa Calaça – Estagiária da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Supervisão: Ana Cristina Arruda)

     


COMENTÁRIOS
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
Quanto é 5 + 7Responda:

Mais Recentes

AINDA NÃO HÁ NENHUM COMENTARIO, SEJA VOCÊ, O PRIMEIRO A COMENTAR...

Fique Ligado
A estupidez dos dias de hoje é de assustar...

SECRETARIA DE AGRICULTURA E MEIO-AMBIENTE MOSTRA TRABALHO

Cooperação entre MP-GO, MPT e MP de Contas visa reforçar exigência para fechamento de lixões

Sarau dos Portos hoje a noite em Pires do Rio

Inauguração da Capela Nossa Senhora d'Abadia

Aniversário do Jornal do Sudeste hoje: 32 anos levando a informação séria e de credibilidade para os leitores da região

SÓ NO BRASIL

Cidade de Goiás sedia evento internacional: Seminário Internacional Gestão de Sítios Culturais do Patrimônio Mundial no Brasil

Jornal
do Sudeste
MENU