Câmara instala CPI para investigar indícios de irregularidades na Prefeitura de Pires do Rio e prefeita Cleide Veloso pode ser cassada
05/06/2019
     Câmara de Vereadores de Pires do Rio, no sudeste goiano, instalou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades da prefeita e do vice. A Câmara Municipal de Pires do Rio aprovou por unanimidade nesta terça-feira (4), a denúncia de autoria do advogado José Sandro Barbosa por crimes e infrações político-administrativas, para que haja uma investigação sobre a gestão da prefeita Cleide Veloso e o vice Cabo de Araújo.

      A Comissão que irá investigar a denúncia foi formada por sorteio e será presidida pelo vereador Denilson de Castro, com relatoria do vereador professor  Jene e o membro vereador Paulinho HoffApós recebimento da Denúncia e instaurado processo de impeachment da prefeita de Pires do Rio,Cleide Veloso, a Câmara poderá decidir pelo ‘afastamento’ da Prefeita e do vice enquanto durarem as investigações (90 dias).Essa decisão deverá ser tomada ou não na próxima reunião da Câmara.

       O processo tem prazo de 90 dias para ser finalizado, caso não haja prorrogação do mesmo. A partir da instalação, a comissão tem o prazo de 90 dias para ouvir testemunhas e demais envolvidos, analisar os depoimentos e montar o parecer final. Esse prazo pode ser prorrogado se houver necessidade, informou o membro da CPI.

      De acordo com informações de alguns vereadores na  próxima sessão na Câmara Municipal do município deverá ser votado o afastamento ou não da prefeita durante os 90 dias da instrução processual. Após esses três meses, fim desse prazo, os vereadores votam pelo arquivamento ou cassação do mandato se for comprovado irregularidades ou inexistência delas.

      A Comissão de Investigação deverá ouvir várias pessoas envolvidas nesse caso, entre elas autoridades e funcionários público. Documentos para análise também serão solicitados do poder executivo. Caso haja a necessidade de mais pessoas prestarem depoimento, elas serão chamadas com o decorrer do tempo.

      Após ouvir todas as pessoas as testemunhas e envolvidos, a CPI vai analisar os depoimentos e a decisão final será tomada pelos vereadores.Também poderão decidir se encaminha o parecer da relatoria ao Ministério Público ou se arquiva o processo. “É uma obrigação dos vereadores da CPI conclui-la o quanto antes”, diz alguns moradores da cidade.

      A DENUNCIA

      A denúncia de autoria do advogado José Sandro Barbosa por crimes e infrações político-administrativas pede uma investigação sobre a gestão da prefeita Cleide Veloso e o vice Cabo de Araújo. No documento apresentado e aprovado pelos vereadores é relatado as contas públicas, e os gastos que têm sido realizados pela atual administração  e que \\\"fica nítida a falta de gestão dos recursos públicos, que por sua vez acarreta a crise na saúde\\\".

      Segundo a denúncia os dados verificados no Portal da Transparência, através das notas de empenho, mostram que foram feitas licitações e contratações a valores altos.Como por exemplo, como a contratação de empresa no valor de R$ 380 mil para fazer planta genérica de IPTU, aquisição de Tablet para Registro de ponto,  maquinários comprados com valores acima do valor de mercado,  folha de pagamento de cargos comissionados com valores altos para a área administrativa.

      O advogado que fez a denúncia aponta suposta negligência e falta de gestão dos recursos públicos sobre licitações realizadas pela prefeita, sendo uma para compra de impressoras e a outra, de contratação de uma empresa para modernização do sistema de iluminação Pública da cidade.é por último, existe a acusação de que máquinas públicas estariam sendo usadas para obras particulares, \\\"locadas sem processo licitatório\\\".

       
Cleide Veloso
A prefeita e o vice Cabo Araújo

Untitled Page
JORNAL          SUDESTE