Prefeitos querem Reforma Previdenciária ampla
07/06/2019
        Os prefeitos goianos estão atentos à tramitação da proposta da Reforma da Previdência no Congresso Nacional. Isso porque os municípios também enfrentam o mesmo problema. Além disso, articulam junto aos seus representantes parlamentares no sentido de que a matéria seja aprovada o mais rápido possível.

      Em todo o país as entidades que representam os municípios promovem frequentes reuniões para discutir o assunto e fazem um trabalho de articulação, principalmente junto aos deputados federais. Essa semana o presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM), Paulo Sérgio de Rezende (Paulinho) participou de reuniões em Brasília promovidas pela Confederação Nacional dos Municípios.

      A AGM acaba de publicar uma Nota demonstrando a reivindicação dos municípios para que eles também sejam incluídos na proposta que atualmente abrange apenas servidores da União.

      O presidente da associação argumenta que, com isso, ganha se um tempo maior para que a nova lei entre em vigor o mais rápido possível. “Precisamos de uma reforma com urgência e fazer ela por parte não vai resolver os problemas do Brasil. Nós, como municípios, precisamos da reforma para que possamos ter tranquilidade para trabalhar. Esperamos que os congressistas e o presidente da República possam resolver a questão até porque foi para isso que eles foram eleitos”, salienta.

      Paulo Sérgio cobra do presidente Bolsonaro o cumprimento de seu slogan de campanha de que “o Governo deve ser mais Brasil e menos Brasília” numa alusão a uma maior atenção especial aos municípios “e que agora ela possa demonstrar isso na prática ajudando os municípios”. O objetivo é o de que o presidente também articule junto aos deputados no sentido de incluir também os municípios.

      A AGM está orientando a todos os prefeitos goianos para que entrem em contato com os deputados federais que representam os seus municípios e comuniquem a eles suas posições sobre o assunto.

      Assessoria de Comunicação da AGM  -    Veja em anexo a Nota da AGM

Untitled Page
JORNAL          SUDESTE