Ser Natureza conclui terceira etapa de recuperação de nascentes em Professor Jamil
06/11/2019
     Foi realizada na última semana, em Professor Jamil, reunião do Projeto Ser Natureza de conclusão da terceira etapa, que prevê a recuperação de nascentes da Bacia do Rio Dourados, manancial de abastecimento do município, com o cercamento de 31 nascentes da Microbacia do Córrego Lolô. Conforme explica a promotora de Justiça Sandra Ribeiro, foi apresentado um balanço desta fase, que teve por objetivo a revegetação e cercamento em 14 propriedades rurais na microbacia e estabeleceu-se cronograma pra finalização das cercas e plantio de mais de 3 mil mudas nas fazendas.

     Segundo ela, o grupo de trabalho deliberou que as providências relativas a essa etapa serão concluídas até o início de fevereiro de 2020, oportunidade em que será realizado novo encontro para apresentação de resultados e definição da área em que será desenvolvida a quarta etapa do projeto, destacando que os objetivos nas três fases foram alcançados graças ao caráter de cooperação dos parceiros, o que inclui, além dos proprietários rurais, os órgãos públicos envolvidos, como a prefeitura, o Legislativo municipal, a Emater e a Saneago.

     Balanço

     Com o objetivo de acordar com cada produtor rural a finalização dos trabalhos, a reunião foi coordenada pela promotora de Justiça, com assessoramento das analistas Adriane Chagas e Maria José Ferreira Soares, da Coordenadoria de Assessoramento à Autocomposição Extrajudicial (Caej). Antes disso, foram apresentadas tabelas que indicaram  as nascentes que já tiveram os cercamentos concluídos, as pendentes e as não iniciadas.Em relação ao cercamento, ficou acertado que as propriedades de Luís Carlos Sales, onde existem duas nascentes, de José Rezende, com uma nascente, começarão  somente agora os trabalhos, uma vez que não foi possível a verificação dos locais no início da etapa.

     Em oito fazendas, o cercamento ainda não foi concluído, mas seus proprietários definiram cronograma de conclusão, cujos prazos variam de uma semana a, no máximo, 15 de dezembro. Já o plantio será iniciado em dezembro deste ano e realizado até fevereiro de 2020, nas propriedades de Gessi Ponciano, Gerson Ponciano, José Rodrigues, Ivone Ponciano, Luís Carlos Sales Brasil, Elucimar Alves, José Eurípedes e Luiz Carlos Milázio. O encontro deliberou ainda que caberá à secretária de Meio Ambiente, Sara Colman, fazer o contato com três proprietários que não compareceram para concluir a negociação.

     Em relação ao apoio aos produtores, coube à Saneago a doação de mudas, mourões estacas e arame, enquanto a prefeitura vai comprar os insumos necessários ao plantio, em atendimento aos projetos técnicos elaborados pela Emater. Os fazendeiros arcarão com a mão de obra.

      Terceira etapa em avaliação

     Na avaliação da promotora de Justiça Sandra Ribeiro, a terceira etapa do Ser Natureza em Professor Jamil foi a maior realizada no município, desde a implantação do projeto no ano de 2015. Estão em processo de revitalização 31 nascentes na Microbacia do Córrego do Lolô que, por sua vez, integra a Bacia do Rio Dourados. Essa etapa foi fruto de muito engajamento e negociação por parte dos produtores rurais e todos os parceiros envolvidos.

     “Ao longo de quase quatro anos do projeto em Professor Jamil pude constatar que houve uma mudança na mentalidade na população, especialmente na comunidade rural.

     No início dos trabalhos, era necessária intensa articulação por parte do grupo de trabalho para que houvesse adesão dos produtores rurais ao projeto que, não raras vezes, manifestavam forte resistência. Hoje, são os produtores rurais que procuram o MP-GO para participar do Ser Natureza. Até mesmo produtores de outros municípios da comarca têm ido à Promotoria. Isso demonstra o êxito da atuação extrajudicial pelo MP, por meio da construção de soluções dialogadas, as quais inegavelmente são as mais efetivas, pois integram os envolvidos que veem nela seus anseios representados e atendidos”. (Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO -Fotos: arquivo da Promotoria de Justiça de Cromínia ) 

Untitled Page
JORNAL          SUDESTE